* life style * beleza * moda * casamento * maternidade * viagens e cultura pop*

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Casamento - A escolha da casa de festa


Oi, bellas!!! Como a maioria de vocês já sabe, estou de casamento marcado. Daqui 8 meses, 2 semanas e 1 dia (vide o contador no rodapé do blog) serei uma mulher casada (uiiii!!!). Posso dizer, por conhecimento de causa, que preparar um casamento pode ser bem simples quando a gente define previamente o que quer fazer, quantas pessoas convidar e quanto gastar.

Como falei ontem, atendendo a pedidos, vou falar um poquinho, uma vez por semana, de como organizei o meu casamento e os profissionais que contratei.

Para começar bem, é preciso definir se o casamento será só no civil, religioso com efeito civil, etc. No nosso caso, casaremos primeiro no cartório para depois fazer a parte religiosa (isso permite que só os realmente convidados estejam presentes nesse momento especial, pois a exigência de publicidade será cumprida no cartório durante a cerimônia civil, entenderam?). Depois de decidido o tipo de casamento, devemos ter em mente o espaço em que ele será realizado. No nosso caso optamos por fazer a parte religiosa numa casa de festas, no outono e ao ar livre.

Depois de decidido os detalhes iniciais, devemos saber quantas pessoas serão convidadas para o evento, porque é com base nesse número que todos os contratos serão fechados. Nós faremos um casamento para 200 convidados (apenas familiares e amigos mais próximos).

Entendido isso, vamos falar da escolha do local da cerimônia e da recepção. 

Certa vez falei  aqui do Espaço Renascença. Escolhemos esse local para a realização do nosso casamento após pesquisarmos outros locais que também comportavam a cerimônia ao ar livre (Villa Rizza, Recanto das Águas, Villa Patrícia), mas a maioria tinha o buffet ou a decoração própria do espaço (venda casada) ou então comportavam um número muito maior do que havíamos planejado convidar (o que faria com que os nossos 200 convidados ficassem parecendo "gatos pingados" no salão). Depois de pesar os prós e os contras de cada lugar, chegamos à conclusão que o Espaço Renascença era o lugar perfeito para o nosso enlace matrimonial. A negociação do começo ao fim foi feita com o Carlos que é dono do espaço (muito atencioso, educado e flexível).  Os demais detalhes do espaço eu já falei aqui, bem no comecinho do blog e não vou repetir pra não ficar cansativo. A única coisa que o Espaço Renascença não deixa opção é no tocante aos serviços de manobrista e o DJ para a recepção (lá não é permitido banda para a recepção, só DJ), pois são profissionais exclusivos do local (mas pesquisando esses serviços por fora, percebi que o valor cobrado pelo Renascença era justo e não estava acima do praticado no mercado).

Para quem ainda não conhece o Espaço Renascença e o seu suntuoso flamboyant, (lugar onde geralmente é realizada a cerimônia ao ar livre) segue uma foto do local:



Lindo, né?!

A maioria dos locais oferece desconto para pagamento à vista. Outros, dependendo do seu poder de negociação, podem fazer o mesmo preço de "à vista" dividido em algumas parcelas.

O importante é ter em mãos alguns orçamentos de locais diferenciados para que haja poder de barganha. Aqui em Brasília casamento já se tornou comércio (com todas as letras!!! rs...) e a oferta e a procura são demasiadamente grandes, o que  impulsiona os prestadores de serviço a negociarem com o consumidor.

Dicas:

  • Nunca se mostre muito interessado pelo serviço, deixe claro que se aquele profissional não lhe oferecer o melhor custo benefício do mercado outro profissional provavelmente o fará.

  • Antes de contratar um serviço leia atentamente todos os itens do contrato e esclareça de imediato qualquer dúvida (parece óbvio mais a maioria das pessoas não faz isso).

  • Procure referência do fornecedor ou prestador de serviço. Uma ótima dica é criar um perfil nas redes de relacionamento e ler nas comunidades específicas o que as noivas e as que já se casaram  estão falando dos profissionais (para quem é de Brasília há duas ótimas comunidades no orkut: "Noiva em Brasília" e Casamento em Brasília".

Bom, meninas, é isso!!!
Semana que vem a gente fala um pouquinho mais de casamento.
Bjoo

4 comentários:

Manú disse...

oiee...
amei as dicasss...

bjos e boa semanaa!!

Camila Monteiro disse...

Meu Deus, deve ser uma trabalheira só!!!
E tem gente que critica ainda isso me deixa puta da vida!!!

casamento country embrasilia disse...

Ótimas dicas e ótima escolha, o Renascença é muito romântico, tenho certeza que será td lindo:)
bjs
Carol

Roberta Dusi disse...

Temos um gosto bem parecido! Seu casamento será lindooo!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Casamento - A escolha da casa de festa


Oi, bellas!!! Como a maioria de vocês já sabe, estou de casamento marcado. Daqui 8 meses, 2 semanas e 1 dia (vide o contador no rodapé do blog) serei uma mulher casada (uiiii!!!). Posso dizer, por conhecimento de causa, que preparar um casamento pode ser bem simples quando a gente define previamente o que quer fazer, quantas pessoas convidar e quanto gastar.

Como falei ontem, atendendo a pedidos, vou falar um poquinho, uma vez por semana, de como organizei o meu casamento e os profissionais que contratei.

Para começar bem, é preciso definir se o casamento será só no civil, religioso com efeito civil, etc. No nosso caso, casaremos primeiro no cartório para depois fazer a parte religiosa (isso permite que só os realmente convidados estejam presentes nesse momento especial, pois a exigência de publicidade será cumprida no cartório durante a cerimônia civil, entenderam?). Depois de decidido o tipo de casamento, devemos ter em mente o espaço em que ele será realizado. No nosso caso optamos por fazer a parte religiosa numa casa de festas, no outono e ao ar livre.

Depois de decidido os detalhes iniciais, devemos saber quantas pessoas serão convidadas para o evento, porque é com base nesse número que todos os contratos serão fechados. Nós faremos um casamento para 200 convidados (apenas familiares e amigos mais próximos).

Entendido isso, vamos falar da escolha do local da cerimônia e da recepção. 

Certa vez falei  aqui do Espaço Renascença. Escolhemos esse local para a realização do nosso casamento após pesquisarmos outros locais que também comportavam a cerimônia ao ar livre (Villa Rizza, Recanto das Águas, Villa Patrícia), mas a maioria tinha o buffet ou a decoração própria do espaço (venda casada) ou então comportavam um número muito maior do que havíamos planejado convidar (o que faria com que os nossos 200 convidados ficassem parecendo "gatos pingados" no salão). Depois de pesar os prós e os contras de cada lugar, chegamos à conclusão que o Espaço Renascença era o lugar perfeito para o nosso enlace matrimonial. A negociação do começo ao fim foi feita com o Carlos que é dono do espaço (muito atencioso, educado e flexível).  Os demais detalhes do espaço eu já falei aqui, bem no comecinho do blog e não vou repetir pra não ficar cansativo. A única coisa que o Espaço Renascença não deixa opção é no tocante aos serviços de manobrista e o DJ para a recepção (lá não é permitido banda para a recepção, só DJ), pois são profissionais exclusivos do local (mas pesquisando esses serviços por fora, percebi que o valor cobrado pelo Renascença era justo e não estava acima do praticado no mercado).

Para quem ainda não conhece o Espaço Renascença e o seu suntuoso flamboyant, (lugar onde geralmente é realizada a cerimônia ao ar livre) segue uma foto do local:



Lindo, né?!

A maioria dos locais oferece desconto para pagamento à vista. Outros, dependendo do seu poder de negociação, podem fazer o mesmo preço de "à vista" dividido em algumas parcelas.

O importante é ter em mãos alguns orçamentos de locais diferenciados para que haja poder de barganha. Aqui em Brasília casamento já se tornou comércio (com todas as letras!!! rs...) e a oferta e a procura são demasiadamente grandes, o que  impulsiona os prestadores de serviço a negociarem com o consumidor.

Dicas:

  • Nunca se mostre muito interessado pelo serviço, deixe claro que se aquele profissional não lhe oferecer o melhor custo benefício do mercado outro profissional provavelmente o fará.

  • Antes de contratar um serviço leia atentamente todos os itens do contrato e esclareça de imediato qualquer dúvida (parece óbvio mais a maioria das pessoas não faz isso).

  • Procure referência do fornecedor ou prestador de serviço. Uma ótima dica é criar um perfil nas redes de relacionamento e ler nas comunidades específicas o que as noivas e as que já se casaram  estão falando dos profissionais (para quem é de Brasília há duas ótimas comunidades no orkut: "Noiva em Brasília" e Casamento em Brasília".

Bom, meninas, é isso!!!
Semana que vem a gente fala um pouquinho mais de casamento.
Bjoo

4 comentários:

Manú disse...

oiee...
amei as dicasss...

bjos e boa semanaa!!

Camila Monteiro disse...

Meu Deus, deve ser uma trabalheira só!!!
E tem gente que critica ainda isso me deixa puta da vida!!!

casamento country embrasilia disse...

Ótimas dicas e ótima escolha, o Renascença é muito romântico, tenho certeza que será td lindo:)
bjs
Carol

Roberta Dusi disse...

Temos um gosto bem parecido! Seu casamento será lindooo!!!